Posts

Saídas de Fortaleza estão nos trechos de maiores riscos em BRs

2012br1210

O estudo deu pesos diferentes para tipos de acidentes, com ou sem vítima e, obviamente, com peso maior para os fatais. As três rodovias da União com as etapas mais violentas são: BR-101, em Santa Catarina, do km 200 ao km 210, no litoral Sul; BR-381, em Minas Gerais, do km 490 ao km 500, na estrada Fernão Dias; e a BR-116, em São Paulo, do km 220 ao km 230, da Nova Dutra.

Os dados foram divulgados no lançamento da terceira Operação RodoVida do Governo federal, com o objetivo de reduzir acidentes graves no país. A ação acontecerá especialmente nesses 100 trechos de 10 quilômetros com maior índice de gravidade: “Essa metodologia nos ajudou a concentrar a operação nesses trechos e tem dado certo”, afirmou o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo.

O Paraná é o campeão de trechos de 10 quilômetros entre o ranking dos 100 mais perigosos. O Estado tem 16 trechos violentos, seguindo por Santa Catarina com 12, e Rio de Janeiro e São Paulo, com 11. A Operação RodoVida começou ontem e vai até o dia 31 de janeiro. Retorna do dia 21 de fevereiro até o dia 9 de março, durante o período do Carnaval. (das agências de notícias)

Fonte: Diário do Nordeste

IPVA terá valor menor em 2014

No próximo ano, o boleto com a cobrança só será encaminhado a cerca de 65% dos contribuintes

Previsto para ter a tabela anunciada na próxima terça-feira, o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) terá os valores reduzidos no próximo ano, segundo a Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz). Embora não tenha divulgado os novos números, a Pasta informou ontem que irá “permanecer com a política de redução” do tributo. Neste ano, o imposto teve recuo médio de 9,4% em relação ao valor pago pelos proprietários de veículos em 2012.

Por conta de fatores como os incentivos governamentais, a frota de veículos de Fortaleza mais que dobrou ao longo dos últimos dez anos Foto: Marília Camelo

Ao contrário do que aconteceu em anos anteriores, o boleto com a cobrança do imposto não será mais encaminhado por correio a todos os contribuintes. Segundo o secretário da Fazenda do Estado, João Marcos Maia, em torno de 35% dos cearenses que pagam o tributo não receberão o boleto, uma vez que a Sefaz identificou que eles costumam fazer o pagamento através da impressão de um novo boleto na internet. Para os outros contribuintes, acrescenta, a cobrança será enviada normalmente.

Além de usar o boleto encaminhado pelo correio ou imprimir outra via no site da Sefaz, o contribuinte também poderá fazer o pagamento indo até um dos núcleos da secretaria. As datas para o pagamento ainda serão divulgadas pela pasta.

Abatimento

O IPVA 2014 terá o mesmo tipo de abatimento que teve sua edição anterior. Para quem optar por quitá-lo em parcela única, será oferecido um desconto de 5% sobre o valor do boleto.

Os detalhes sobre o IPVA 2014 serão apresentados pelo titular da Sefaz na manhã da próxima terça-feira, em entrevista coletiva na sede da Sefaz.

Por conta de fatores como o aumento do poder de compra dos cearenses e os incentivos governamentais, a frota de veículos de Fortaleza mais que dobrou ao longo dos últimos dez anos, passando de 422 mil unidades, em 2003, para 880 mil veículos em agosto último. Nos seis primeiros meses deste ano, foram implementados 39.487 mil veículos na Capital – uma média mensal de 6.581 mil unidades.

Apesar do aumento da população, que exige maior quantidade de veículos nas ruas, o salto da frota tem sido muito mais significativo. De 2000 a 2010, por exemplo, a população da Capital cearense cresceu 14,5%, passando de 2,1 milhões para 2,4 milhões de pessoas, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Ano anterior

Em 2012, foram tributados 1,63 milhão de veículos no Estado, totalizando R$ 454,75 milhões arrecadados. A expectativa para este ano era arrecadar R$ 513,386 milhões de um total de 1,69 milhão de veículos. Neste ano, em torno de 55 mil veículos foram isentos do imposto, enquanto, no ano passado, o total foi de 49 mil unidades.

Previsões

As previsões para o próximo ano ainda não foram divulgadas pela Secretaria da Fazenda. No ano passado, em comparação com 2011, também foi registrado aumento da inadimplência, a qual subiu de 7% para 12%

Segundo informações do Sindicato dos Revendedores de Veículos Automotores do Ceará (Sindivel), o mercado cearense de veículos usados cresceu 7% neste ano, apesar dos incentivos governamentais, como a redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), que culminaram em uma grande procura por veículos novos.

Fonte: Diário do Nordeste.

Trajetória dos caminhões de 1986 até a atualidade

perigo alem de poluirem caminhoes eram quase nulos em seguranca foto divulgacao

Perigo Além de poluírem, caminhões eram quase nulos em segurança foto: divulgação

Nessa duas décadas e meia, nosso País presenciou montadoras convencionais crescerem (Mercedes-Benz, Scania, Volvo, Ford) através de autorizadas, como viu a presença de novas marcas, aos poucos, se inserindo no mercado de caminhões: Daff e International.

Porém, caminhões da década que nasceu o Suplemento, a de oitenta, rodam pelas estradas e eram o retrato da época: envelhecidos, menos seguros e não preocupada com o meio ambiente. Isso aliado a isso a uma falta de incentivo para o motorista autônomo. Atualmente, uma condição que, segundo a categoria, persiste.

 

Transformação

No entanto, o caminhão, a quem chamávamos de “bruto”, ultrapassou a imaginação até de quem já fez dele o seu ganha-pão há 27 anos. De máquinas “zuadentas” transformaram-se em unidades de trabalho capazes de interagir com o motorista e uma central – que no caso pode ser a transportadora – através dos atuais meios de comunicação, como a Internet, telefone celular e satélite. Ficaram mais fáceis de dirigir e o profissional perdeu a imagem de homem bruto, tratamento que no passado era ser um ato discriminatório para um profissional tão importante. Vilões da poluição, seja na cidade ou campo, os caminhões incorporam “tecnologia verde” para melhorar a atmosfera e a má propaganda. Os movidos a diesel, que foram produzidos no Brasil a partir de janeiro, tiveram que emitir 60% menos óxidos de nitrogênio (NOx) e 80% menos partículas em relação aos modelos de hoje. Além de menos poluentes, caminhões brasileiros serão mais seguros. Em 2014, isto é, no próximo ano, todos terão de sair de montagem equipados com freio ABS – a mesma exigência para carros de passeio.

O futuro é agora

Neste ano, todos os motores a diesel tiveram que seguir à nova legislação de emissão de poluentes. O Programa de Controle de Poluição do Ar por Veículos Automotores (PROCONVE P-7), instituído pelo Conama (Conselho Nacional do Meio Ambiente), equivalente ao Euro V, já está em vigor na Europa há algum tempo e em outros países do mundo.

Para quem não sabe, a norma do Euro V tem como objetivo diminuir as emissões dos poluentes dos veículos a diesel. Com a diminuição dessas emissões a poluição diminui, mas ainda não é a solução para todos os problemas. Todos nós temos que contribuir para o meio ambiente melhor.

Fonte: Diário do Nordeste

Correia transportadora volta a operar no Pecém

A correia havia tido sua licença de operação embargada desde julho do ano passado pela Semace

Já voltou a operar a esteira transportadora da Termelétrica Porto do Pecém Geração de Energia S/A, que havia tido sua licença de operação embargada pela Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) em julho passado, acatando recomendação do Ministério Público Federal no Ceará (MPF-CE). Preocupada que a nova correia a ser instalada no Complexo Industrial e Portuário apresentasse os mesmos problemas encontrados naquela da térmica, a Secretaria Estadual de Infraestrutura (Seinfra) solicitou renovação da Licença de Instalação deste segundo equipamento.

A Semace vai continuar a monitorar o funcionamento do equipamento foto: Fabiane de Paula

Poluição no ar

A ordem para a paralisação das operações da correia – que transporta carvão mineral à termelétrica da Eneva e da EDP – ocorreu após o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e a Semace terem feito medições sobre a poluição do ar e sonora e identificarem que a esteira poderia causar danos, tanto ao meio ambiente quanto à comunidade. Os motivos para isso seriam a dispersão de materiais e o nível de ruídos sonoros no descarregamento de dois navios com carvão mineral.

Retorno aos padrões

“Após vistorias técnicas da Semace, ficou constatado que as emissões estão dentro dos padrões. A Semace continuará monitorando o funcionamento do equipamento”, informou ontem o órgão, por meio de sua assessoria de imprensa. Inaugurada em agosto do ano passado, a correia da termelétrica foi executada, ao custo de R$ 148,3 milhões, pelo consórcio CPKN (formado pelas empresas Koch do Brasil e Normatel Engenharia), o mesmo que venceu da licitação para a implantação da nova correia.

A ordem de serviço para o novo equipamento foi dada em outubro passado, mas as obras ainda estão à espera na revisão do licenciamento.

Regularização

“A Semace informa que a Seinfra requereu uma regularização de Licença de Instalação, e que, no momento, aguarda o órgão enviar o EVA (Estudo de Viabilidade Ambiental), a ser elaborado pela empresa contratada pela Seinfra. Tão logo a superintendência receba o EVA e finalize a análise técnica, poderá esclarecer mais sobre o assunto”, disse o órgão licenciador.

2ª correia

A segunda correia transportadora do Pecém será responsável pela movimentação de minério aos empreendimentos instalados na região e que utilizarão granéis sólidos de alta densidade. A principal beneficiada, no momento, é a Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP), que receberá minério de ferro para transformá-lo em placas de aço.
O equipamento será do tipo tubular (impedindo a dispersão do produto pelo meio ambiente) e poderá transportar até 2.400 toneladas/hora do minério através dos seus 8,9 quilômetros de extensão. A esteira partirá do berço interno do Píer 1 do Porto do Pecém, seguindo até um ponto de entrega na faixa norte de infraestruturas do Cipp.
A instalação da correia já acumula atrasos por conta de uma suspensão no processo de licitação da obra, devido a questionamentos em relação ao preço estabelecido em edital. O investimento será pago com recursos do governo do Estado e de financiamento do BNDES.

Fonte: Diário do Nordeste.

Gasolina subirá mais em 2014, diz Foster

aumentogasolina2014

METODOLOGIA

No entanto, ela negou que a empresa tenha desistido de implantar uma nova metodologia para os reajustes, conforme anunciara ao mercado em outubro. Apesar de a inflação ter se tornado tema central no debate eleitoral, avisou que os preços podem voltar a subir em 2014 com a aplicação da fórmula.

A nova metodologia é mantida em sigilo por decisão da companhia. O argumento, segundo Graça, é de que as empresas do setor não costumam divulgar suas fórmulas de precificação. Já o mercado entendeu a mensagem como falta de transparência. “Não havia de fato a previsão de levar detalhes da metodologia, nem na sua versão inicial”, asseverou Foster.

Contrariando declarações feitas, em outubro, pelo diretor financeiro da estatal, Almir Barbassa, a presidente disse que nunca houve planos para reajustes automáticos nos preços dos combustíveis, acrescentando que a decisão “passa pelo poder discricionário da diretoria da Petrobras”. A executiva revelou também que esperava uma maior compreensão do mercado para o reajuste de preços anunciado. “É a compreensão do que estava escrito nos fatos relevantes. Mas também é preciso tempo para explicar e quantificar os efeitos da metodologia”, acrescentou.

SEM CONFRONTOS

Graça Foster disse que houve “intensa discussão” para a definição do reajuste, e negou notícias sobre brigas ou embates entre ela e o ministro da Fazenda e presidente do Conselho da estatal, Guido Mantega, sobre a questão. “Briga, embate, eu não confirmo de forma alguma”, disse. “Não é uma discussão trivial. Mas queda de braço não houve”, garantiu. A presidente também negou sua possível saída da empresa. “Definitivamente, não. Os dias aqui são extremamente longos. Você tem problemas de toda sorte e notícias boas de toda sorte”, afirmou.

Fonte: O Estado do Ceará

SEST/SENAT RECEBERÁ CAMINHÃO TRATOR PARA CURSO DE FORMAÇÃO DE MOTORISTAS

cepimar

Comunicamos que o programa para Formação de Motoristas, realizado pelo SEST/SENAT, receberá em janeiro próximo um caminhão trator. O equipamento fará composição com semi-reboque, recebido em maio deste ano, e será utilizado para aulas práticas do curso de Formação de Motoristas.

O SETCARCE parabeniza a CEPIMAR pela dedicação e orgulha-se por fazer parte desta conquista que é de grande importância para o setor de transporte de cargas.

COMUNICADO: RECESSO DO SINDICATO DOS TRABALHADORES

 

O SINDICAM-CE estará em recesso no período de 23/12/2013 a 03/01/2014, como informa o Ofício nº 241/2013 que disponibilizamos em nosso site. O Ofício também traz orientação para as demissões realizadas durante esse período. Confira o link com cópia do Ofício.

Oficio 241 – Recesso SINDICAM 2013 e Orientacao para demissoes no periodo


FRETLOG É A MAIS NOVA ASSOCIADA DO SETCARCE

fretlog

O SETCARCE dá boas vindas a empresa FRETLOG CARGAS E LOGÍSTICA LTDA em nosso quadro de associados. Ao mesmo tempo em que congratulamos e recepcionamos o novo associado, reforçamos a importância de tornar o transporte de cargas no Ceará cada vez mais forte e representativo.

SETCEMA ELEGE DIRETORIA PARA O QUADRIÊNIO 2013-2017

foto almoco de posse diretoria 2013-2017

A Diretoria do Sindicato das Empresas de Transportes de Cargas e Logística do Estado do Maranhão 2013-2017 foi eleita no último dia 19 de novembro. Os novos diretores terão mandato durante os próximos quatro anos.

DIRETORIA ELEITA – SETCEMA – 2013/2017

Diretor Presidente: Marinês Todescatto Kerller

(representante junto à Federação – titular)

Diretor 1º Vice-Presidente: Antônio Marcos Oliveira

(representante junto à Federação – suplente)

Diretor 2º Vice-Presidente: Abdom Francisco Alves Lessa Rios

(representante junto à Federação – titular)

Diretor 1º Secretário: Amanda Christina de Macedo Filgueiras de França

Diretor 2º Secretário: Rafael Alexandre Cousseau

Diretor 1º Tesoureiro: Elisete Teixeira Pinto

(representante junto à Federação – suplente)

Diretor 2º Tesoureiro: Edson Rodrigues Santana

________________________________________

CONSELHO FISCAL (3) – EFETIVOS

Joceane Cristina de Alencar

Pedro Rodrigues da Silva

João Bosco Maia Júnior

CONSELHO FISCAL (3) – SUPLENTES

Marta Maria de Macedo Filgueiras

Iêdo Oliveira Barros

Thiago Luiz Cousseau

DIRETORIA (5) – SUPLENTES

Odécio Gomes de Morais

Ruan Lucas Silva de Alencar

Vainer Guedes Kerller

Idelfonso Oliveira Barros

Pedro Augusto Ticianel Júnior


PRESIDENTE CLOVIS NOGUEIRA BEZERRA PARTICIPA DO PROGRAMA O POVO ECONOMIA

opovoeconomia

O Programa O POVO Economia, hoje (28/11/2013), a partir das 23 horas, na TV O POVO (Multiplay 23/UHF 48), apresenta entrevistas como o presidente da Durametal, Fernando Cirino Gurgel; o presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas do Ceará, Clóvis Nogueira Bezerra; e o gerente de Planejamento da Porto Freire, José Landsberg Costa.  Além disso, há também a segunda temporada da série “História de Sucesso: Melhores Empresas Para Trabalhar”, com a empresa Fortbrasil. Você pode assistir ao programa também através do portal: tv.opovo. com.br/opovoeconomia.

Fonte: Jornal O Povo