Valdetário Monteiro é reeleito com 52,16% dos votos

Valdetario

Numa disputa polarizada, de acirramento entre os dois principais candidatos, Valdetário Monteiro foi reeleito o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Secção Ceará (OAB-CE). Ele obteve 5.022 votos, o equivalente a 52,16% do total, e ficará à frente da Ordem até 2015. Erinaldo Dantas conseguiu 4.384 votos (45,53%) e Francisco Colares 222 votos (2,3%).

O presidente da comissão eleitoral, Aldemir Pessoa, parabenizou os candidatos e a Ordem pelo pleito. “O candidato derrotado, Erinaldo Dantas, no final, abraçou e parabenizou o vitorioso. Foi um momento histórico da OAB. Há muito tempo isso não acontecia”, disse.


O dia de eleição foi marcado pelo acirramento entre as duas principais candidaturas, confirmando o tom da disputa durante toda a campanha. O Centro de Eventos, local de votação em Fortaleza, dividiu-se em equipes de torcida. Apesar de haver três candidatos concorrendo, a categoria dividiu-se ao meio. De um lado, estavam os que apoiavam a continuidade da atual gestão, do presidente Valdetário Monteiro, e de outro, os que defendiam mudança e renovação, apoiando Erinaldo Dantas.


Gritos de torcida, aplausos, assobios, adesivos colados à roupa eram utilizados como estratégia para conquistar mais votos. Em alguns momentos, as torcidas apelavam para provocações.


Enquanto os apoiadores de Erinaldo cantavam que “quem vive de passado é museu/ caranguejo é quem anda pra trás”, os apoiadores de Valdetário cantavam “Deixa de besteira/ mostra a carteira”, sugerindo que a torcida oposta sequer era formada por advogados. Os dois candidatos, inclusive passaram o dia no local, cumprimentando os eleitores.


Até o final da votação, Valdetário e Erinaldo afirmavam-se otimistas quanto ao resultado. Valdetário destacava os feitos de sua gestão, entre eles, a criação de subseções no Interior e reforçava a promessa de baixar a anuidade. “O coração da OAB é a eleição. É nela que se avalia o que está sendo feito. Nela que reavaliamos os rumos da Ordem”, disse Valdetário. Já Erinaldo destacou que sua candidatura teve uma recepção muito positiva, com muitos advogados manifestando interesse por renovação.


Comissão eleitoral

De acordo com o presidente da comissão eleitoral, Aldemir Pessoa, as duas campanhas na porta do local de votação não configurava boca de urna. “É um momento cívico, de festa. A inteligência da legislação que rege as eleições da Ordem preza pelo equilíbrio entre os candidatos”, afirmou. Pessoa enfatizou que o candidato Francisco Colares também tinha militância no local, embora em menor volume.


Na avaliação dele, o dia de votação foi muito tranquilo. Houve apenas duas denúncias de propaganda irregular, no perímetro de 300 metros do local de votação, que é proibido pela legislação. “Houve duas denúncias (contra os dois principais candidatos), mas acabou resultando num acordo. Os dois retiraram os cartazes”, explicou.


Como


ENTENDA A NOTÍCIA


Esta não é a primeira vez que Valdetário Monteiro e Erinaldo Dantas duelam pela presidência da OAB-CE. Há três anos, Monteiro venceu as eleições com uma diferença de pouco mais de 20 votos. Desta vez, a vitória foi mais folgada.

Fonte: Jornal O Povo