Situação das BRs é discutida na AL

imagem

A bancada federal cearense esteve reunida, quarta-feira, com o ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, e com representantes do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit). Dentre as promessas do ministro, está uma intervenção do Dnit Nacional no Dnit local para garantir a execução e o acompanhamento mensal das obras nas estradas. Alfredo ainda lembrou a aplicação de R$ 280 milhões em obras nas BRs 116, 020 e 222.

Porém, Antônio Granja não se mostrou animado com as garantias de Alfredo Nascimento, alegando que o problema nas estradas já se arrastam há vários anos sem a interferência da bancada ou do Ministério.

Acidentes

O deputado diz que a situação é crônica e que as BRs do Ceará possuem “verdadeiras crateras” que causam acidentes e até mortes. Ele ainda destaca que, pelo fato das estradas federais estarem esburacadas, o tráfego nas CEs tem aumentado, comprometendo as estradas estaduais que estão em boas condições.

O parlamentar deseja que a subcomissão requerida por ele seja instalada para que os deputados estaduais possam acompanhar a liberação e execução de verbas, manutenção e recuperação dessas estradas federais que cortam o Ceará.

Audiência

O deputado estadual Welington Landim (PSB) disse que já foi enviado à Brasília um pedido, assinado pelo presidente da Assembleia, Roberto Cláudio (PSB), para uma audiência com o ministro dos Transporte. Landim diz que mesmo a abancada federal tendo se reunido com Alfredo Nascimento, é importante os deputados estaduais levarem outros dados.

Para o deputado Cirilo Pimenta (PSDB), está faltando respeito ao povo do Ceará, já que é o único estado do Nordeste com estradas federais esburacadas. Ele também alega desorganização da bancada federal, que poderia ter tentado resolver esse problema há muito tempo.

O deputado Manoel Duca (PRB) alertou que falta cobranças às empreiteiras contratadas para recuperar as estradas.

Fonte: Diário do Nordeste