SEFAZ Apresenta operação do scanner do posto de Tianguá

SEFAZ Scanner TianguaO equipamento de Tianguá representou R$ 3 milhões dos R$ 14 milhões investidos nas novas instalações do posto fiscal

Um dos dois únicos postos da Secretaria da Fazenda do Estado nos quais os scanners de cargas já estão operando, o de Tianguá foi visitado pelo titular da pasta, Mauro Benevides Filho, o ex-ministro Ciro Gomes, representantes do Sistema Verdes Mares e demais convidados para a cerimônia da 6ª do Prêmio Contribuintes. O equipamento representou R$ 3 milhões dos R$ 14 milhões investidos nas novas instalações da unidade. Na ocasião, o funcionamento do scanner foi conferido pelos visitantes, que viram as imagens geradas pelo raio-x sendo enviadas para o escritório da Sefaz em Tianguá e até para Fortaleza. Falando novamente “no volume de negócios que o Estado deve alcançar” com a velocidade de verificação das cargas proporcionada pela tecnologia no scanner, o secretário ainda lembrou as datas previstas para a ativação dos próximos equipamentos. “Deveremos estar com o posto de Aracati em operação em 30 de abril e, até 30 de maio, o do Crato também deve estar ativo”, afirmou.

R$ 200 mi em ICMS

A partir do funcionamento destes dois e de outros três scanners fixos, a Sefaz espera monitorar 70% das cargas em circulação nas rodovias que passam pelo Ceará, o que deve gerar “a recuperação de mais R$ 200 milhões do ICMS. Além destes, um equipamento móvel, que também já está em operação, deverá atuar em duas frentes: as rodovias BR-116 e BR-222. Levantamento da Sefaz mostra 14 postos fiscais nas fronteiras, além de 65 pontos de desvios de mercadorias e evidencia que, dos dois mil caminhões que circulam pelo Ceará, só 2% são fiscalizados.

Fonte: Jornal Diário do Nordeste com edição do SETCARCE